@coasars.com.br
 
Notícias
 
« VOLTAR
  Tamanho da Fonte: A- A+
Fase decisiva para cereais de inverno

Após intensas chuvas no mês de junho, julho tem se apresentado com clima mais seco. Uma breve estiagem afetou a qualidade da implantação das culturas de inverno na região onde atua a Cooperativa Coasa.

Em entrevista, o engenheiro agrônomo Dorli Merotto, explica que os motivos foram o solo muito encharcado quando ocorreram os primeiros plantios e, mais recentemente, a falta de umidade na terra. Para amenizar o problema, o técnico afirma que o nitrogênio é um importante combustível para o trigo. Ao acompanhar as fases de desenvolvimento da planta, o agricultor vai perceber o momento certo da aplicação. “Sugiro que 60% da dose seja aplicada no início do perfilhamento e os outros 40% no elongamento da cultura aproveitando a umidade para fazer as aplicações na cobertura, de preferência antes das chuvas. O frio desta semana teve uma ação benéfica no perfilhamento podendo corrigir o estande final das lavouras que apresentaram falhas”, explica Merotto.

As culturas predominantes na região são o trigo e a cevada. O técnico disse que o período é de alerta para os produtores em relação às doenças e plantas invasoras. “Temos que tomar cuidado com o azevém e o nabo. A partir do momento em que o azevém inicia o perfilhamento, os herbicidas usados atualmente perdem a eficiência devido à dificuldade de translocação (atuação) na planta. Recomendamos nossos associados fazerem o controle antes desta fase”, diz o agrônomo.

Após aplicação do herbicida para controle das plantas invasoras, deve-se aguardar um período mínimo de uma semana para a entrada com adubação nitrogenada para não causar uma fitotoxidez na planta, causando o atraso no crescimento.

O Departamento Técnico da Coasa (Detec), tem percebido nas últimas semanas, a presença de doenças foliares como o oídio e manchas. A orientação dos especialistas é que os produtores fiquem atentos às próximas semanas fazendo o acompanhamento frequente de suas lavouras.

Merotto conta que em caso de aparecimento destas doenças, a indicação é utilizar fungicidas com grupos químicos à base de triazóis e morfolina para controle do oídio. O grupo químico das estrobilurinas e triazóis tem melhor controle nas manchas foliares.

O controle das doenças se torna mais eficiente quando o fungicida é aplicado logo no início da instalação da doença na cultura. Portanto, o acompanhamento dos técnicos e do produtor fará a diferença para o resultado final da lavoura.

Redação e foto: Fonte Agência de Jornalismo

 
123456...
123456...
 
Av. Porto Alegre - Centro
CEP 99.965-000 - Água Santa - RS
Tel.: 54 3348.1153 - Fax: 54 3348.1149
E-mail: contato@coasars.com.br
  Grãos
- Filial Silo
- Filial Engenho Grande
- Filial Santo Antônio dos Pinheirinhos
- Filial Santa Cecília do Sul
- Filial Gentil
- Filial Ciríaco
- Filial Caseiros
- Filial Cruzaltinha
- FIlial Tapejara
- Filial David Canabarro
- Filial Lagoa Vermelha
- Filial Santo Antônio do Palma
- Filial Laranjeiras
Supermercado
- Supermercado Coasa
- Receitas
Agropecuária
- Fábrica de Ração Coasa
Posto de combustível
- Posto Coasa Água Santa
- Posto Coasa BR 285